Tá difícil… notícia falsa do Pallas no Estadão

homenoticia 

José, de S. Paulo, reclama que um site de notícias não pode misturar ao seu conteúdo uma notícia falsa: 

Logo que ligo o micro toda manhã, entro no site do Estadão para dar uma olhada nas notícias. Hoje, chamava a atenção uma imagem de asteróide com a manchete “Asteroide Pallas pode se chocar com a Terra”. Cliquei para ler e veio a notícia, em um link de um site de astronomia, que astrônomos haviam descoberto que o asteróide tinha sofrido uma mudança em sua trajetória e que estava em rota de colisão com Terra, o que deveria ocorrer na primeira quinzena de julho. Com o tamanho do asteróide, trajetória e tudo. Desconfiei, fui pesquisar no Google e descobri que se trata apenas de um “marketing de guerrilha” para o lançamento de um carro novo com esse nome. Aí vi o “Publicidade” bem pequeno na imagem da home. E já tem outros sites espalhando a notícia, como notícia mesmo… 

Talvez o fabricante do carro alcance seu objetivo. Mas o Estadão pisou na bola. Um site de notícias não pode divulgar uma notícia falsa, mesmo que seja pago para isso.

Anúncios

11 comentários sobre “Tá difícil… notícia falsa do Pallas no Estadão

  1. hahahahahaha Acho que existem iadas melhores querido Fred. Tipo: “você teve mesmo coragem de sair por ai espalhando que um meteoro iria se chocar com a terra mesm tendo escrito a palavra publicidade?”Pode também causar indignação por essa piada de mau gosto.

    Mas quer saber, foi exatamente a falta de preocupaçao em ler todo o texto, checar fonte que fez com que a campanha tivesse esse buzz. Você foi um dos que contribuiu para o sucesso da campanha.

    O dinheiro investido foi menor do que o que vc deve imaginar, porque olha o número de blogs, portais, sites que estão fazendo propaganda gratuíta para eles? …show de carro esse pallas

  2. O mais impressionante é saber que ainda foi investido tempo e dinheiro pra se fazer uma campanha tão estúpida quanto essa, com efeitos tão negativos. Imagino que se alguem ainda comprar esse carro, ainda corre risco de enfrentar piadas por parte dos amigos: “Ah… então você comprou esse carro do astoroide falso??”

  3. Incrível. Sempre falam do Estadão.
    Isso foi um anúncio da Citroen, de muito mal gosto que ficou algumas hora na home do estadão até perceberem o absurdo que foi.
    Tá todo mundo falando…. o que não falam, é que também ficou no UOL e no Terra, só que por muito mais tempo…

  4. Na minha opinião, a propaganda feriu os princípios gerais do “Código Brasileiro de Auto-Regulamentação Publicitária” que tratam de “Respeitabilidade”, “Decência”, “Honestidade”, “Medo, Superstição, Violência” e “Apresentação Verdadeira”.

    Concordo com dezenas de profissionais de marketing, como o Rodrigo Prior (consultor de campanhas de webmarketing) que escreveu o artigo “Os 7 erros na campanha viral do C4 Pallas”:
    http://www.pvision.com.br/blog/2007/06/12/os-7-erros-na-campanha-viral-do-c4-pallas/

  5. Não é notícia é PUBLICIDADE. P-U-B-L-I-C-I-D-A-D-E.

    o AdSense se mistura ao conteúdo do site e ninguém morre por isso. Mas se há uma campanha por trás o veículo da notícia está errado?

    Acho que vc deveria criar a seção de “Duvidosos” aqui. não é a primeira vez q vejo vc falar q algo está difícil, mas as vzs não é exatamente assim.

  6. E daquelas Notícias de que o Grupo The uncles Havia Voltado e Tudo? Era um Simples Markenting para Mostrar o Novo carro da Nissan. Eu fui que nem tonto no site oficial para ver outras músicas e era só aquilo mesmo, depois que vi que er aum simples fake.

  7. LI no Uol tb, sem nenhuma nota ou link para a publicidade do carro. Em silencio e para nao fazer qq tipo de alarde, comecei minha busca pela internet, mas não cheguei a nenhum resultado alem daquilo que normalmente se diz a respeito do asteroide. É claro, que num primeiro momento, a gente põe fé no que lê, ja que a noticia esta na parte principal do UOL,sem qq menção ‘a publicidade. Mas depois que descobre que se trata de um recurso para chamar a atenção do consumidor, descobre tambem que ficou muito facil ser publicitario. Deprimente para a categoria, deprimente para a montadora e mais deprimente ainda para o esta∂ão, o uol e outros portais que participaram dessa ação.

  8. Aconteceu o mesmo no UOL… Também lí essa notícia falsa no UOL no início da manhã de 11/06/07! Acho isso de uma falta de compromisso com a informação, uma vez que em nenhum momento é dito que não passa de uma jogada de marketing de uma montadora de automóveis!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s