Tá difícil… saber qual maquiagem Avon é qual

    

                 

 

 

 

A Paula, de São Paulo/SP, mandou pra nós uma dificuldade de uso que ela está enfrentando com as embalagens de maquiagem da Avon:

Ao comprar uma base, dois conjuntos de sombras, um blush e pó de uma mesma coleção, você estará com 5 estojinhos idênticos por fora.

Para saber o que tem dentro, só abrindo um por um. Ou olhando embaixo da embalagem. É lá que vem escrito o que tem no estojo, em letrinhas brancas, pequenas, que vão se desgastando com o tempo dificultando a leitura.

Eu escrevi um post no meu blog em 18 de jan http://intuicaocriativa.wordpress.com/2011/01/18/usabilidadeavon/ e no mesmo dia, mandei recado para o sac da Avon falando sobre isso. Publiquei na comunidada deles do Orkut e Facebook e também citei no Twitter, mas não tive NENHUM feedback deles sobre isto até hoje (01 fev).

Tá difícil… abrir o xampu Phytoervas

phytoervas

Beatriz, de S. Caetano do Sul / SP, mostra como é importante testar com usuários reais:

O xampu da Phytoervas até que faz bem para o meu cabelo, mas me deixa estressada.

Explico: toda vez que vou abrir a tampa para usar o xampu fico nervosa, porque a reentrância que tem na tampa não dá um bom apoio, o dedo molhado escorrega e é preciso fazer muita força para abrir, sempre dá um “tranco” desagradável na hora que abre.  Não é que não dá para abrir, mas é uma coisa que devia ser simples, e como está torna muito desagradável usar o produto.

Se eu abro a embalagem no supermercado (para ver se o cheiro é bom), com a mão seca, até que não é tão difícil, mas durante o banho eu não vou secar as mãos na hora de abrir o xampu…

Tá difícil… abrir o sachê

          sache1

Jocemar, de Guarulhos/SP, fala de como é difícil seguir a instrução para abrir o sachê e obter sucesso:

Quando chego a uma padaria ou lanchonete, ao receber meu pedido sempre peço mostarda, ketchup e maionese e aí começa meu aborrecimento com aquelas embalagens individuais. É quase impossível abrir com as mãos seguindo as indicações na própria embalagem.

Sigo tentando, agora com os dentes. Mas eu uso aparelho e fica complicado. Quando consigo abrir, normalmente me sujo porque a embalagem abre de uma forma estranha e acaba espirrando.

A solução é você levar sempre uma tesourinha na carteira! Será que não tem outro jeito?

Tá difícil… comprar cartucho para Epson

epsont0901

Hugo, de Aracaju/SE, enfrentou dificuldade para comprar um cartucho preto para a impressora Epson:

Comprei há alguns meses uma impressora multifuncional Stylus CX5600 da Epson e quando fui comprar o cartucho preto, anotei cuidadosamente a referência (T0901 90).

 

Nas lojas me informaram que essa especificação era incompleta ou desconhecida e me pediram o modelo da impressora (que não hora eu não sabia). Depois acessei o site da Epson e verifiquei que a especificação completa é “90 – T090120” (o “90” está na frente e é incluído no final o “20”).

 

A Epson deveria colocar a especificação completa no cartucho.

Tá difícil… o desperdício na embalagem de Toddy

embalagem de Toddy

Ticiana, de São Paulo/SP, critica a embalagem do Toddy. Uma embalagem maior que o necessário, além de ser mais difícil de manusear e guardar, consome mais material e energia para ser produzida e aumenta o volume de lixo ao ser descartada:

Abaixo o e-mail que mandei para a Toddy:

“Acabo de abrir uma embalagem de Toddy Original, de 800g. É impressionante observar que o pó de chocolate esteja a mais de 3 dedos abaixo da boca da embalagem. Por que Toddy coloca tal quantidade num pote tão grande? Com certeza, é um enorme desperdício de plástico – poderia ser usada uma embalagem menor que acondicionasse perfeitamente esta mesma quantidade, enonomizando-se uma enormidade de quilos de plástico.

Consumidora há 20 anos de Toddy, acredito que a empresa precisa repensar a embalagem de seus produtos. O meio ambiente e nós consumidores conscientes agradecemos.”

Só recebi uma resposta padrão. Sinceramente, acho que eles não entenderam o foco da minha preocupação – não é $$, mas sim o planeta.

Tá difícil… meleca no cartão de segurança Itaú

José, de Carapicuiba/SP, reclama que o cartão de segurança do Itaú só pode ser usado depois de uma limpeza:

Recebi um cartão de segurança da minha conta no Itaú, pelo correio. Ao retirar a etiqueta que vem colada nele, uma boa parte do adesivo ficou no cartão. Para guardar o cartão na carteira, só depois de tirar a meleca grudenta com removedor… 

E isso acontece toda vez que vem um cartão novo, já faz algum tempo. Será que o pessoal do Itaú acha normal obrigar o cliente a ficar cheirando a removedor para poder usar a conta? 

Tá difícil… cadê a validade? E para abrir?

                              burn

José, de São Paulo/SP, reclama das dificuldades para encontrar a data de validade e para abrir a garrafa do energético Burn:

Tá difícil saber a validade do energético Burn, garrafinha descartável 250 ml, produzido pela Coca cola. Virei a garrafinha de ponta cabeça, pesquisei de cabo a rabo, não consegui localizar a data.

Além disso tá difícil abrir a garrafinha… se é descartável, deveria ser mais fácil, tipo rosca usada nas garrafas de cerveja long neck. Só abre com abridor de garrafas!