Tá difícil…achar um banheiro infantil

banheiro

Sabrina, de Brasília/DF, mostra como a maioria dos locais públicos e estabelecimentos comerciais não está preparada para atender às necessidades de pais com crianças pequenas:

Outro dia, meu marido resolveu fazer um dia especial com as crianças, substituindo o parque de sempre por passeios diferentes. Então foram eles, Paula de 3 anos e Fernanda de 10 meses, para o CCBB Brasília – acreditando que o gosto por arte e cultura deve ser estimulado desde cedo.

Bom, apesar de oferecer atrações infantis e um programa educativo, não há banheiro infantil. O jeito foi apelar para a graminha… e para o banco de trás do carro. Xixi feito, fralda trocada, segue o passeio.

Depois, a mais velha escolheu o McDonalds para um almoço divertido. Cardápio infantil, lanche feliz, recreadora… mas banheiro, só de adulto. Por sorte, puderam contar com a graminha outra vez. Molha a formiguinha e segue o passeio.

Para terminar o dia com chave de ouro, lá foram eles para o Cinemark. No início do filme, ar condicionado forte, três ou quatro goles de suco, é hora de banheiro de novo. E desta vez, “não é só para molhar a formiguinha”. Duas crianças, sem a mamãe… faz-se o quê? Enfrenta-se o banheiro masculino, com carrinho e tudo, ou pede-se, encarecidamente, a ajuda de uma estranha com crianças?

Tem que ser lei – empresas e instituições que oferecem produtos para crianças devem oferecer banheiro infantil, fraldário e “banheiro família” para pais com filhos pequenos!

2 comentários sobre “Tá difícil…achar um banheiro infantil

  1. Sou conselheiro tutelar e estou em busca de garantir os direitos de crianças e adolescentes.. principalmente neste fato. Tenho duas crianças e passo pelo mesmo problema, sempre que estamos num restaurante/pizzaria.. temos dificuldades em trocar as fraldas… Preciso de idéias sobre um projeto de lei.

  2. A família mudou. O pai sai sozinho com os filhos. A mãe sai sozinha com os filhos. Pais separados também enfrentam essas dificuldades que a Sabrina colocou tão bem. E as empresas não estão nem aí. Não se preocupam em enteder as necessidades e atender bem seus clientes. Gastam milhões com propaganda, que muitas vezes, é falsa e não passa de bla-bla-bla marketeiro. Nós sofremos, mas esse tipo de empresa um dia cai porque ninguém é bobo e assim que tiver uma aternativa melhor não vai vacilar em mudar.

Deixe uma resposta para Juliana Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s