Tá difícil… achar o furinho no suco Kapo

                   kapo

Denise, do Rio de Janeiro/RJ, conta as dificuldades para usar a embalagem do suco Kapo:

Tenho uma filha de 7 anos que leva o Kapo chocolate de merenda e sempre reclama que metade do conteúdo se desperdiça quando abre a embalagem. Eu tentei e também tive o mesmo problema.

Gente, o que é aquele furinho, difícil de achar na embalagem???? E quando colocamos o canudinho….sempre vaza para fora!!!!!

Tá difícil… o desperdício do Leite de Colônia

               f2

Lígia, de Salvador/BA, reclama de uma embalagem que não facilita o uso e provoca desperdício do produto:

Pense num desperdício… Pois se pensou no Leite de Colônia, ACERTOU! E perdeu dinheiro ao mesmo tempo.

Já perdi as contas de quantas vezes aquele frasco já virou na pia! E pior de tudo é que eles não acertam em disponibilizar um bico dosador, mesmo que seja de plástico com um furinho no meio!

Tá difícil… abrir a mostarda Arisco

Mostarda Arisco 

Fernando, de São José dos Campos/SP, mostra como é difícil conseguir usar uma mostarda Arisco pela primeira vez:

Que lacre mais impossível de retirar! Depois que você tira a tampa, tem que retirar aquele lacre plástico que veda o tubo… mas de que jeito?

Ele até vem com certas “guias”, mas nem dente abre aquele negócio… O jeito é enfiar a faca no lacre e desajeitadamente rasgá-lo. Fora a sujeira…

Tá difícil… tirar o plástico da lasanha Perdigão

lasanha Perdigão 

Hugo, de Aracaju/SE, relata uma dificuldade com a embalagem das lasanhas da Perdigão: 

As lasanhas da Perdigão (linha Toque de Sabor) têm uma fina película transparente que deve retirada antes de ser levada ao forno. Quando prato está congelado fica difícil retirar completamente essa película, pois ficam fragmentos colados nas bordas.Esse problema não acontece com as lasanhas da Sadia, que usam uma espécie de “papelão” em vez da película.

Tá difícil… abrir sem rasgar

                     cup

Sabrina, de Brasília/DF, reclama da dificuldade para abrir a embalagem:

Não tem jeito. Já usei várias técnicas diferentes – levantar toda a aba antes de puxar, puxar gentilmente, puxar com força, mas o lacre do Cup Noodles sempre rasga na hora de abrir.

A saída é tampar o copo com um pedaço extra de papel laminado, por cima do lacre, para terminar o cozimento.

É bom, é prático…mas também tem que melhorar!
Abraços, Sabrina (28 anos, 2 filhas, mora em Brasília e adora comida de solteiro.)

Tá difícil… o canudinho do Toddynho

                         Toddynho 

Danielle, de São Paulo/SP, mostra a dificuldade das crianças pequenas com o canudinho que vem com o produto:

Tenho uma filha pequena, que irá fazer 2 anos este mês. Ela adora toddynho…  e eu também. Porém, sempre que ela está tomando um toddynho, o canudo, que é reto e menor do que a caixinha (na diagonal), cai dentro da mesma…. e fica difícil para ela conseguir terminar…

Ela aprendeu a pedir um “canudo grande” – canudo normal de bar, desses para tomar refrigerante – sempre que pega um toddynho e vamos ajudá-la a inserir o canudinho que o acompanha. Muitos fabricantes de sucos já possuem o canudinho que dobra, facilitando para as crianças e evitando que ele se perda dentro da caixinha…

Tá na hora de melhorar…

Tá difícil… beber Kero Coco no canudinho

                         kero coco

 

Marco Aurélio, de São Paulo, conta a dificuldade de uma amiga internada para tomar água de coco pelo canudinho que vem na embalagem do produto Kero Coco:

 

Sou editor do site Consumidor Moderno (www.consumidormoderno.com.br) e, portanto, muito preocupado com a qualidade de atendimento que as empresas prestam a seus consumidores. 

poucas coisas mais irritantes do que empresas que afirmam saber o que seus consumidores querem, e não arredam pé, mesmo que os consumidores não queiram nada daquilo. Exemplo: uma amiga minha ficou internada por algum tempo num hospital de São Paulo. Como está sob dieta muito restritiva, a única bebida permitida é água de coco. O hospital fornece o produto “Kero Coco”, da Água de Coco da Amazônia Ltda., na embalagem longa vida de 200 ml.

A reclamação da minha amiga e de outros pacientes: aquele canudinho que acompanha a bebida não é nada prático. Dobrável, ele sempre aponta para baixo. Para uma pessoa em condições normais isso não é problema, mas imaginem a situação de um paciente de hospital: recostado na cama, o paciente tenta beber sua água de coco. No entanto, o canudo mal projetado faz com que boa parte da bebida respingue sobre os lençóis. Para contornar esse problema, essa minha amiga guardou um canudo de Toddynho (que vem numa embalagem idêntica) para tomar água de coco.

Tentei ligar para o 0800 da empresa. Surpresa: caixa postal. Sempre, a qualquer hora, de qualquer dia. Então enviei a história por e-mail, pedindo que reconsiderassem o design do tal canudo. É um detalhe que parece desprezível, eu sei. Eu mesmo nunca havia pensado nisso, até ver minha amiga tendo dificuldades numa tarefa tão simples como é sorver bebida através de um canudinho.  E a surpresa maior foi a resposta deles:

“Agradecemos o contato. Houve um problema em nosso 0800, mas já estamos verificando.O nosso canudinho Tri-Kero possui três furinhos estratégicos que jogam a água de coco Kero – Coco para os principais pontos do paladar da boca para degustar melhor o sabor do produto. Atenciosamente, Equipe Amacoco – Água de Coco da Amazônia Ltda
Visite Nosso Site: www.kerococo.com.br

Em outras palavras: nós entendemos de canudinho, nosso canudinho é perfeito, sua reclamação é absurda. É mole?